domingo, 11 de julho de 2010

Amigos, escola, e os anos que passam

No outro dia encontrei dois ex-colegas de escola. Aí de há uns 15 anos atrás, nos tempos do 7ª ano. Só um foi da minha turma, o outro é mais velho mas encontrava-mo-nos várias vezes, não só para falar, mas também para jogar à bola, e a tudo o mais que se fizesse naquela altura. Seguramente que há cerca de 10 ou 11 anos que não estávamos juntos.

E é incrível, apesar do tempo passar tão depressa, a quantidade de memórias presentes. Estivemos ali um bocado a lembrar aqueles dias agitados da adolescência, as brincadeiras, as tropelias e partidas que fazíamos uns aos outros, os colegas, as histórias passadas... um regresso ao passado, inesperado, sem preparação, mas que soube mesmo bem. Mais fantástico ainda foi a facilidade de comunicação entre nós e o desfiar de memórias ainda tão presentes. Fico a pensar quão glorioso foi esse período que ainda desperta assim em nós tantas emoções, saudades e recordações. E como diz a vela máxima: "recordar é viver"!

E assim (re) vivemos um período marcante das nossas vidas. Obrigado amigos! Até um dia destes!

Sem comentários: