quinta-feira, 28 de abril de 2011

Um ano...

e meio depois, ainda me apetecia dizer-te "não desistas de mim"!



Sei que para ti fui eu quem desistiu de nós, mas acredita que estava a tentar e a esforçar-me para que as coisas não fossem como infelizmente foram. Tenho pena e ainda hoje tenho saudades todos os dias. E tenho medo que assim seja durante muito tempo. Demasiado tempo...

Sem comentários: