domingo, 28 de agosto de 2011

JMJ Madrid 2011

E assim se cumpre um sonho...

Esta frase simples, pode parecer que não faz muito sentido à partida, mas podem crer, meu amigos, que foi mesmo o cumprir de um objectivo maior. Para mim, que desde os 10 anos ando nestas andanças dos encontros de jovens, chegar aos 28 anos e ter a oportunidade de participar nestas jornadas, podem ver o quão importante foi para mim esta ida a Madrid.

Foi uma semana intensa, que vai demorar o seu tempo a digerir, tal como uma boa refeição que se toma e se perde a noção no tempo que dura, foi também assim esta experiência. Mas foi uma experiência positiva, disso tenho a certeza!

Houveram coisas que correram bem!? Sim! Houveram coisas que correram mal!? Sim, também! Mas tudo isso faz parte e todos nós, que somos minimamente exigentes e queremos sempre o melhor, não podemos deixar de fazer este ou aquele reparo, mas ainda assim, quase que posso assegurar que todos nós vimos mais ricos depois destes dias passados no meio da multidão de jovens que como nós acreditam e estão "firmes na fé"!

Tenho a certeza de que cada um de nós, à sua maneira, traz histórias para contar, tem aquela foto especial, ou conheceu alguém que acabou por marcar estes dias. Também assim foi comigo e estou certo de que me arrependeria mais se não tivesse ido, do que estou, por nem tudo ter sido perfeito. Creio que é este mesmo o sentimento dominante, pois o calor de Deus e Jesus, são mais intensos do que as altas temperaturas que sofremos esta semana. E todas as privações, desde as mais simples às mais complicadas, também elas fazem parte desta caminhada que é a nossa vida em partilha e comunidade.

Jesus deu a sua vida por todos nós e o seu legado permanece imutável tanto tempo depois, para que possamos nós estar congregados e com a bênção do Santo Padre Bento XVI, que certamente estará contente por cada um de nós que esteve presente e que agora foi enviado, não só a contar como foi, mas também a viver o testemunho de fé nas nossas comunidades e junto dos que nos são mais queridos e próximos. Se assim for, estas jornadas terão sido já um marco nas nossas vidas.

Agradecer por fim, claro está, a todos vós, pois sem a vossa presença nada disto faria sentido e não seria certamente a mesma coisa. Foi bom rever caras conhecidas, mas também conhecer novas pessoas, pois é assim que se cresce e se enriquece ao longo da vida.

E vocês foram e estiveram comigo... e aquela que à partida parecia uma espécie de despedida em grande destas andanças, pois a partir daqui já tinha cumprido os objectivos principais ao nível de encontros de jovens, foi afinal, um reacender da chama e o reforço da vontade de continuar a caminhar e a participar.

Paz e bem!

Sem comentários: